Postagens

Versículo da semana:

VERSÍCULO DA SEMANA:
"E por que me chamais: Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu vos digo?" (Lucas 6:46)


Frase do momento

Frase do momento:

"Não é minha intenção atacar o denominacionalismo do cristianismo como errôneo. Eu somente quero dizer que para que o corpo de Cristo encontre uma efetiva expressão local, a base de comunhão deve ser verdadeira. E esta base é a relação de vida dos membros com o Seu Senhor e a sua desejosa submissão a Ele como o Cabeça. Tampouco estou pleiteando por aqueles que irão fazer uma seita carnal daquilo que poderia chamar de 'localismo', isto é, a estrita demarcação de igrejas por localidades. Porque tal pode ocorrer facilmente. Se o que estivermos fazendo hoje em vida se tornar amanhã um mero método, tal que seu próprio caráter alguns dos Seus forem excluídos, possa o Senhor ter misericórdia de nós e quebrar tudo!" (A Vida Normal da Igreja Cristã, capítulo 4. Grifo nosso)

29 de jan de 2012

O NAUFRÁGIO DO COSTA CONCÓRDIA E O AFUNDAMENTO DAS "IGREJAS"


OBS: Esta postagem está em constante aperfeiçoamento, quem quiser contribuir envie-nos um e-mail.
      A história da tragédia do Costa Concórdia, enorme transatlântico de projetado e construído nos estaleiros FINCANTIERI, pode nos ensinar muitas lições espirituais se o compararmos com a história de um outro gigantesco navio: a arca de Noé.
Projetados e guiados pelo Senhor: arca e Noé, em simbologia, podem ser usados, respectivamente, como uma figura da igreja e a sua liderança, projetada e guiada por Cristo Jesus.
Infelizmente as igrejas atuais parecem seguir mais o projeto de um transatlântico de luxo do que o modelo da arca de Deus e as atitudes dos líderes destas igrejas se assemelham  mais às atitudes do capitão do Costa Concórdia do que com as atitudes do "capitão" Noé.

O MODELO DO NAVIO DOS SONHOS DOS HOMENS
       O Costa Concórdia era um navio novo (foi inaugurado em julho de 2006). Era um dos maiores e mais modernos navios de cruzeiros do mundo com 290m, 114 mil toneladas, contava com  mais de 500 varandas privativas nas 1.500 cabines e uma tripulação de 1100 pessoas (capacidade para 4200 passageiros), uma enorme área exclusivamente dedicada ao bem-estar: Spa conta com duas piscinas com tetos solares deslizantes, um  mega telão cinematográfico ao ar livre, um exclusivo simulador de formula 1 e muito mais atrações e tecnologia. Uma área para praticar esportes articulada sobre duas pontes, compreendendo uma área total de quase 200 metros quadrados de superfície e uma magnífica piscina no centro.Oferecia a possibilidade de escolha entre 13 bares, entre mais de 500 cabinas com varanda e de descontrair-se sob o sol, nas suas espaçosas áreas abertas e panorâmicas.
Na noite de 13 de janeiro de 2012 o navio margeava perigosamente a ilha de Giglio (costa da Itália) quando colidiu contra um rochedo, começando a adernar (tombar de lado). O capitão Francesco Schettino, autor da perigosa manobra, foi acusado de ter se DESVIADO DA ROTA ORIGINAL colocando o  transatlântico muito próximo a costa. Quando  começou a afundar, o capitão foi um dos primeiros a abandonar o navio.

O MODELO DO NAVIO PROJETADO POR DEUS
A igreja é um organismo coletivo criado e edificado pelo Senhor, sendo composta por todos os que creem em Cristo Jesus, o Deus ressurreto. Até hoje esta verdade é estranha a muitas pessoas, da mesma forma a ideia da arca, o gigante navio construído no deserto, também era considerada muito estranha. Além da ideia, o modelo do navio que o Senhor queria que Noé construísse era igualmente estranho, mas Noé não ousou alterá-lo. A arca possuía apenas três andares e uma porta e uma janela (Gn 6:16).  Apesar de enorme, seu projeto era muito simples, não se ouve falar de velas, leme ou qualquer outra estrutura que desse a Noé algum tipo de controle sobre a mesma. A função do "comandante" Noé era de suprir a sua família e os animais que Deus colocou sob sua guarda com comida, fé e esperança. O rumo e a direção da arca eram responsabilidade exclusiva do Senhor. É preciso enfatizar que Noé e sua família só conseguiram sobreviver ao dilúvio porque ele foi TOTALMENTE obediente e fiel ao modelo que Deus lhe dera (Gn 6:22).
        Esse exemplo de fé, obediência e fidelidade deveria tocar fundo no coração de todos os que desejam edificar a igreja. A postura de Noé na construção e uso da arca deveria inspirar os homens que o Senhor colocou como líderes espirituais da igreja. É muito prudente lembrar que apesar de Noé ter sido grandemente usado ele não foi perfeito e no final se embebedou e pecou. Da mesma forma outros homens grandemente usados por Deus tais como Davi, Salomão, Pedro e Paulo também cometeram erros. Isso nos faz ver que apenas Jesus Cristo deve ser nosso único, infalível e perfeito modelo. Aleluia!

TRANSATLÂNTICO x ARCA
        Esses enormes navios nos impressionam e nos atraem com sua beleza, grandiosidade e luxo. É esse deslumbre que tem fascinado e entorpecido muitos cristãos em sua busca pelo Corpo de Cristo. Contrariando o modelo dado por Deus em Gênesis, os líderes das igrejas tentam assumir o controle da arca através de um leme que não existe. Inventam então uma cópia, um arremedo da igreja ao seu gosto, desviando-se cada vez mais do projeto original. Estes homens alteram o projeto de Deus enchendo seus templos (e o coração dos santos) com todo o tipo de práticas mundanas, projetos, comércio e entretenimento. Para se sustentarem no poder, distorcem as Sagradas Escrituras, inventam teorias, criam projetos, regulamentos e estatutos. Tais pessoas lutam para se manter no topo da hierarquia que eles mesmos inventam, cercando-se de subordinados que aceitam tal sistema por ignorância ou pelo desejo oculto de poder. Homens que por um lado sentem prazer em se submeterem à autoridade humana, mas por outro lado lutam ferozmente entre si para escalar os degraus hierárquicos na esperança de que outros se submetam a eles. Tais práticas são como velas que impulsionam as igrejas (e os corações dos santos) pelos ventos de doutrinas (Ef 4:14) e lemes, que desviam a igreja do reto caminho do Senhor (2Tm 4:3-4, Tg 3:4-18).
Continue a leitura e saiba como porque a maioria das igrejas está naufragando.

SAINDO DO MODELO E AFUNDANDO NA PUBLICIDADE
Investigações recentes afirmam que os administradores do navio pediram que o capitão se aproximasse da costa na noite em que a embarcação encalhou e naufragou. Segundo conversas gravadas e que vazaram aos jornais italianos. "A Costa estava ciente da prática recorrente em todo o mundo e a reverência diante da ilha de Giglio foi planejada e requerida pela Costa por razões publicitárias", declarou Schettino, durante depoimento à juíza de Grosseto, Valeria Montesarchi. (Fonte: Folha.com)
Schettino admitiu ter cometido um "erro" ao passar perto demais da costa, a 300 metros, uma prática incomum para fazer "publicidade" de sua empresa, Costa Cruzeiros, noticiou a imprensa italiana este domingo, com base nos interrogatórios. (Fonte: RNW News)
Aprendizado Espiritual: Senhor Jesus ordenou precaução com os que gostam de se promover e se exibir (Mt 23:1-35, Mt 6:1-8).

ABANDONANDO O MODELO DE CRISTO PELA HIPOCRISIA E EXCESSO DE CONFIANÇA
       O capitão disse: "Eu não gostaria de estar no lugar do capitão do Titanic, ter que navegar num oceano de icebergs", declarou Schettino na entrevista de dezembro de 2010 que o jornal tcheco reproduziu na segunda-feira em seu site. "Mas acho que, graças à preparação, você pode lidar com qualquer situação e lidar com problemas em potencial", acrescentou o capitão. "A segurança dos passageiros é fundamental", enfatizou na ocasião. Porém, quando chegou a sua vez de colocar a segurança dos passageiros em primeiro lugar, o capitão sumiu e não voltou mais ao navio.(Fonte: Veja Abril).
        Acredita-se que o acidente pode ter sido provocado por excesso de confiança. "Tem capitão de navio de passageiro que não aceita instruções da Capitania dos Portos."  (Fonte: Folha.com).
Aprendizado Espiritual: "Maldito o homem que confia no homem e faz da carne o seu braço e aparta o seu coração do Senhor". Jeremias 17:5). Um dos sinais mais evidentes de que a pessoa está em comunhão com Deus é a diminuição da confiança em sua pessoa (Fp 3:7, 1Tm 1:15c, 1Co 15:9) deixando que a pessoa de Cristo assuma todo o controle, toda a honra, glória e louvor. O genuino contato com Deus faz com que nos prostemos com o rosto em terra diante da Sua majestade (Gn 17:3, Dn 8:16, Ez 1:28, Mt 17:5-6).

DEIXANDO DE LADO O MODELO DESCRITO NO "MANUAL"
       Especialistas dizem que o capitão infringiu a convenção internacional Normas de Formação, Certificação e Vigilância (STCW, na sigla em inglês) ao abandonar a embarcação e não prestar o socorro aos passageiros.  (Fonte: Folha.com).
       Aprendizado Espiritual: Muitos líderes deixam de seguir estritamente ao que está escrito na Bíblia. Excessivamente confiantes de sua espiritualidade, seguem seus próprios pensamentos, "visões" e projetos na edificação da igreja. Essa atitude resulta em muitos desastrers onde os filhos de Deus ligados ao ministério naufragam na fé, "Vós deixais os mandamentos de Deus e vos apegais à tradição dos homens". (Lucas 7:8)

DESVIANDO-SE DA ROTA ORIGINAL
       O advogado de Francesco Schettino, capitão do Costa Concórdia disse que seu cliente não é "nem covarde, nem criminoso", apesar de ter abandonado o transatlântico logo após o acidente, antes de todo mundo. Mas Bruno Leporatti admitiu que "não há dúvidas" de que o capitão realizou uma manobra equivocada à frente do navio Costa Concordia - a embarcação saiu do curso normal e bateu em rochas no fundo do mar. (Fonte: Veja Abril).
       Aprendizado Espiritual: não importa quão aparentemente simples seja o plano de Deus e o modelo que Ele nos deixou na sua Palavra. Qualquer desvio do caminho é pecado e abominação  (2Pedro 2:15).


NÃO SE PREOCUPEM, ESTÁ TUDO SOB CONTROLE
       Um vídeo exibido pela TV italiana na noite de quinta-feira mostra a tripulação do navio de luxo Costa Concordia, pouco depois de a embarcação ter sido atingida pela rocha que levaria ao seu naufrágio, dizendo que não havia nada de errado além do blecaute, e pedindo que as pessoas voltassem para as suas cabines. A gravação, que foi exibida pela rede italiana Rainews24, foi feita por um telefone celular e mostra uma  integrante da tripulação dizendo que "tudo está sob controle". "Nós pedimos por gentileza que voltem às suas cabines, ou saiam para passear nos corredores, se preferirem", diz ela aos passageiros. Ela diz estar falando em nome do capitão. "Nós vamos resolver o problema elétrico que tivemos com o gerador. Tudo vai ficar bem. Se vocês querem ficar de pé aqui, tudo bem. Mas estou pedindo por gentileza para voltarem para os seus quartos, onde vocês estarão sentados e tranquilos. Tudo está sob controle." Outra gravação de áudio, divulgada também na quinta-feira, mostrava as autoridades portuárias perguntando insistentemente a outro integrante da tripulação sobre a situação a bordo."Que tipo de problemas [você tem]? Um carabinieri [da cidade] de Prato recebeu uma ligação de um parente de um tripulante, que disse que durante a janta tudo caiu sob a sua cabeça", pergunta o funcionário da autoridade portuária. "Não, negativo. Nós temos um blecaute e estamos verificando as condições a bordo."   (Fonte: Folha.com)
       Apredizado Espiritual: Por não se conhecer a palavra, muitos são enganados e tranquilizados com palavras macias de calma e compreensão (Rm 16:18, Ef 5:6, Cl 2:4, Sl 55:21). "Não se preocupem, tudo está sendo resolvido nas esferas competentes", "não toque na arca".

AGRADANDO A HOMENS...E À EMPRESA
      .        O "Costa Concordia", o cruzeiro que naufragou no mar Tirreno, se aproximou da ilha de Giglio para homenagear seu chefe de garçons, que nasceu no local, e um ex-comandante da companhia Costa Cruzeiro, afirmaram nesta segunda-feira os jornais "Corriere della Sera" e "Il Tirreno". O comandante do "Costa Concordia", Francesco Schettino, detido pelo naufrágio, que deixou até o momento seis mortos, decidiu fazer uma surpresa ao chefe de garçons, Antonello Tievoli, e ao ex-comandante Mario Palombo."Vem ver, Antonello, estamos em Giglio", teria dito o comandante ao chefe de garçons, que pensou que era uma brincadeira de Schettino, de acordo com o "Corriere della Sera". Tievoli, acrescentou o jornal, disse aos moradores de Giglio quando o socorreram: "nunca poderia imaginar que desembarcaria em minha casa" e desde então não quer falar com ninguém, já que se sente culpado por uma tragédia da qual se tornou protagonista sem querer. No jargão da marinha italiana "inchino", ou "reverência", é a aproximação a um lugar para homenagear, dar um presente a um membro da tripulação. Fonte: Folha.com)
    O capitão do cruzeiro italiano Costa Concordia, Francesco Schettino, afirmou nesta quarta-feira que os administradores do navio pediram que se aproximasse do litoral na noite de 13 de janeiro, quando a embarcação encalhou e naufragou, segundo conversas gravadas e que vazaram aos jornais italianos. (Fonte: Folha.com).  "Fabri... qualquer outra pessoa no meu lugar não seria tão escrupulosa em ir para lá porque eles estavam me pressionando, dizendo vá até lá, vá até lá", disse Schettinno na conversa. "... A rocha estava lá, mas não aparecia nos instrumentos que eu tinha e eu fui até lá... para satisfazer o administrador, vá até lá, vá até lá", completou. A conversa aparentemente foi gravada sem o conhecimento de Schettino, enquanto ele era mantido sob custódia após o acidente, e foi postada no site do "La Repubblica".  Uma fonte do gabinete da promotoria disse que a transcrição era genuína. (Fonte: UOL Notícias).
Aprendizado Espiritual: Há muitas "igrejas" que são verdadeiras instituições, organizações formadas pela esforço e imaginação humanos. Outras estão tão vinculadas à empressas a elas associadas que as decisões da empresa influenciam diretametne o rumo da assembléia. Outras não passam de empresas disfarçadas de "igrejas". Em todas elas  os líderes são influenciados em maior ou menor grau por esta situação. Por um lado, precisam manter o maior número de membros usando várias tipos de técnicas de convencimento. Por outro lado, precisam agradar os membros e os estimular a consumir os produtos vinculados à empresa associada. A principal liderança do grupo também é a liderança da empresa, perde-se o limite entre o mundo dos negócios e o mundo espiritual. Todos os demais subalternos precisam ser fortemente leais à empresa, ao líder ou ao regimento do sistema, sob pena de afastamento expulsão e excomunhão.
São evitados versículos bíblicos tais como: "Antes importa obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29c). "Pois busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo" (Gl 1:10).

ABANDONANDO O NAVIO
O capitão do cruzeiro "Costa Concordia", Francesco Schettino, rejeitou ordens da Capitania dos Portos de retornar e ajudar os passageiros do navio, que naufragou na sexta-feira passada (13) em águas na Itália. A informação foi confirmada por um telefonema gravado entre Schettino e os, que foi publicado nesta terça-feira na imprensa italiana. (Fonte: Folha.com)

No telefonema ele disse: “O gerente insistia: ‘passe por ali, passe por ali’ (perto da Ilha de Giglio). Qualquer outro (que estivesse) no meu posto não teria sido tão benévolo de passar ali, não teria aceitado, mas ele insistia, me encheu o saco... Havia a pedra, mas os instrumentos de bordo não me mostraram que ela estava ali e passei”, relata o comandante a um amigo identificado apenas como Fabrizio, sem especificar quem seria esse gerente. “Quando eu  percebi que o navio estava se inclinando, peguei e saí”, conta.(Fonte: Diário SP)

Aprendizado Espiritual: O Senhor Jesus é o único que não nos abandona nos momentos de perigo dificuldade, desespero, angústia e dor. "Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas. Ora, o mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas. Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido." João 10:11-14


SAIBA MAIS SOBRE A ARCA DE NOÉ (Fonte: Deepak Julien)
Um número crescente de cientistas acreditam que a evidência geológica indica nosso mundo sofreu uma inundação catastrófica. Isso está causando-los a questionar ou não o relato bíblico da Arca de Noé poderia ser verdade. Muitas pessoas estão relendo a descrição bíblica da Arca de verificar a viabilidade de um tal navio, para cumprir seu propósito designado à luz do conhecimento atual de ambos os Zoologia e os nossos conhecimentos atuais de construção naval.
Quão grande foi a Arca de Noé?
Em Gênesis 6:14-16 Deus disse a Noé: "Faze uma arca de madeira gopher; quartos farás na arca, tu e passo por dentro e por fora com betume E esta é a moda que farás de. : O comprimento da arca será de trezentos côvados, a sua largura de cinqüenta côvados, ea altura de trinta côvados A janela tu fazes para a arca, e um côvado a acabarás em cima; ea porta do. a arca tu serás situado no lado dele, com histórias mais baixos, segundo e terceiro farás ".
Um côvado é a distância entre o cotovelo de um adulto e ponta do dedo, não menos que 18 polegadas [45,72 centímetros]. A maioria dos estudiosos acreditam que o côvado hebraico ter sido nada menos do que 18 centímetros de comprimento [45,72 centímetros]. Isto significa que a Arca teria sido pelo menos 450 metros de comprimento [137,16 metros], 75 metros de largura [22,86 metros] e 45 metros de altura [13,716 metros]. Arca de Noé foi dito ter sido o maior navio de mar já construído até o final do século XIX, quando navios de metal gigantes foram inicialmente construídas. Seu comprimento para largura de 6-1 desde excelente estabilidade em alto mar. Na verdade, construtores navais modernos dizem que teria sido quase impossível de virar. Em todos os sentidos, foi admiravelmente adequado para montar para fora a tempestade tremenda no ano do dilúvio.
Estas dimensões são especialmente interessantes quando comparados com os dados da conta, mítico babilônico da Arca Aqui a arca é descrito como um cubo perfeito, estendendo-se 120 côvados em todas as direções e com nove decks. Um navio iria girar lentamente em círculos na água e do ponto de vista de estabilidade, seria um desastre.
Foi o grande arca o suficiente para manter o número de animais necessários?
O espaço total disponível na Arca teria sido mais de 100.000 metros quadrados, o que seria mais espaço do que em 20 quadras de tamanho padrão de basquete. Assumindo um côvado de 18 polegadas [45,72 centímetros], Arca de Noé teria tido um volume cúbico igual a 569 carros de ações moderna ferrovia. O volume total cúbicos teriam sido 1.518 mil pés cúbicos [462,686.4 metros cúbicos], que seria igual à capacidade de 569 carros de ações moderna ferrovia.
Agora vem a pergunta, quantos animais terrestres respirar o ar teria que ser levado a bordo da arca para sobreviver ao dilúvio?
De acordo com Ernest Mayr, taxonomista líder da América (falecido), há mais de 1 milhão de espécies de animais no mundo. Só Deus desde a Arca para a proteção dos seres humanos e terrestres, respiram ar criaturas. Um grande número de animais não precisam ser levados a bordo da Arca, porque eles são moradores de água. Representantes seria esperado para sobreviver à catástrofe. Com a proteção de Deus contra a extinção durante o Dilúvio, a sobrevivência teria sido assegurada.
No entanto, a grande maioria desses são capazes de sobreviver em água e não precisam ser levados a bordo da arca. Noah não precisa de fazer provisão para os 21.000 espécies de peixes ou o 1700 tunicados (cordados marinhos como ascídias) encontrados em todo os mares do mundo, ou os 600 equinodermes incluindo peixes estrelas e ouriços do mar, ou a 107 mil moluscos como mexilhões, amêijoas e ostras, ou os 10.000 celenterados como os corais e anémonas do mar, medusas e hidróides ou a 5.000 espécies de esponjas, ou a 30 mil protozoários, as microscópicas criaturas unicelulares.
Além disso, alguns dos mamíferos são aquáticos. Por exemplo, as baleias, focas e golfinhos. Os anfíbios não precisa de todos foram incluídos, nem todos os répteis, como tartarugas marinhas, e jacarés. Além disso, um grande número de artrópodes de numeração 838.000 espécies, como lagostas, camarões, caranguejos e pulgas de água e cracas são criaturas marinhas. E as espécies de insetos, entre arthropoda são geralmente muito pequenas. Além disso, muitas das 35.000 espécies de vermes, assim como muitos dos insetos poderia ter sobrevivido fora da Arca
Quantos animais precisava ser trazido a bordo?
Médicos Morris e Whitcomb em seu livro clássico, O Dilúvio de Gênesis estado que não mais de 35 mil animais individuais precisava ir na arca.Em seu livro bem documentado, a Arca de Noé: Um Estudo de Viabilidade, John Woodmorappe sugere que os animais muito menos teria sido transportado sobre a arca. Ao apontar que a palavra "espécie" não é equivalente ao "espécies criadas" do relato de Gênesis, Woodmorappe demonstra que sómente 2.000 animais podem ter sido requeridos na arca. Para preencher este número para o erro, ele continua seu estudo mostrando que a arca poderia facilmente acomodar 16 mil animais.
Mas, vamos ser generosos e adicione em um número razoável de incluir animais extintos. Depois adicionar um pouco mais para satisfazer até os mais céticos. Vamos supor que 50 mil animais, animais muito mais do que necessário, estavam a bordo da arca, e estes não precisam ter sido os espécimes maiores ou até mesmo adulto.
Lembre-se há realmente apenas alguns animais muito grandes, como os elefantes, e estes poderiam ser representadas por filhotes. Assumindo que o animal médio a ser do tamanho de uma ovelha e usando um vagão de trem para comparação, notamos que o carro estoque médio double-deck podem acomodar até 240 ovelhas. Assim, três trens transportando 69 carros cada um teria espaço suficiente para transportar os 50.000 animais, preenchendo apenas 37% da arca. Isto deixaria um adicional de 361 carros ou o suficiente para fazer 5 trens de 72 carros cada para levar toda a comida ea bagagem mais a família de Noé de oito pessoas. A Arca tinha muito espaço.
O maior problema teria sido a construção da Arca Mas a Bíblia indica que Noé fez isso sob orientação divina e não há razão para acreditar que ele não contratar trabalhadores adicionais.
Como eram os animais recolhidos?
Outro problema enorme alguns têm que se coloca é o problema de coleta de amostras de cada tipo de respiração de ar-animal da terra e levá-los a bordo da Arca No entanto, o relato de Gênesis indica que Deus reuniu os animais e os trouxe para dentro da Arca de Noé dois a dois . Alguns têm sugerido que isso possa ter envolvido a origem do animal instintos migratórios ou, pelo menos, uma intensificação da mesma. Sabemos também que a maioria dos animais possuem a habilidade de detectar o perigo e se mudar para um lugar de segurança.
Como poderia a família de Noé cuidar de todos esses animais?
Uma vez a bordo, muitos sugeriram que os problemas de Noé realmente começou, com apenas 8 pessoas para alimentar e água, para fornecer ar fresco e saneamento para o zoológico enorme de animais para um total de 371 dias. No entanto, um número de cientistas sugeriram que os animais podem ter ido para um tipo de dormência. Foi dito que em quase todos os grupos de animais há pelo menos uma indicação de uma capacidade latente para hibernar ou aestivate. Talvez essas habilidades foram sobrenaturalmente intensificou-se durante este período. Com suas funções corporais reduzidas ao mínimo, o peso de seus cuidados teriam sido muito atenuado.
É evidente, quando todos os fatos são examinados que não há evidência científica de que o relato bíblico da Arca de Noé é um mito ou fábula. Os fatos suportam a visão de que a arca de Noé foi grande o suficiente para levar o número de animais necessários para repovoar a terra depois do dilúvio e que Noé e sua família eram capazes de cuidar dos animais durante o seu tempo na Arca
O dilúvio dos dias de Noé foi um julgamento universal do pecado. Deus destruiu o mundo que existia naquela época por causa de sua maldade. Quando olhamos para a natureza, com seus testemunhos para o dilúvio, estamos vendo um lembrete de que Deus faz pecado juiz.É também um lembrete de que Deus salvará aqueles que têm fé nele de julgamento. Deus prometeu que Ele nunca mais destruir o mundo com água, mas que um julgamento futuro aconteceria. Jesus Cristo veio ao mundo para morrer pelos nossos pecados e para restaurar a relação do homem com Deus, de modo que não precisamos temer Seu julgamento.
Noé implorou ao povo de seu dia para ter fé em Deus. Eles não quiseram ouvir ea porta da arca estava fechada. Agora, Cristo chama-vos ao mundo para voltar a ter fé em Deus. Você vai responder a Seu chamado e ser salvo do julgamento futuro? A decisão é sua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Facebook