Postagens

Versículo da semana:

VERSÍCULO DA SEMANA:
"E por que me chamais: Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu vos digo?" (Lucas 6:46)


Frase do momento

Frase do momento:

"Não é minha intenção atacar o denominacionalismo do cristianismo como errôneo. Eu somente quero dizer que para que o corpo de Cristo encontre uma efetiva expressão local, a base de comunhão deve ser verdadeira. E esta base é a relação de vida dos membros com o Seu Senhor e a sua desejosa submissão a Ele como o Cabeça. Tampouco estou pleiteando por aqueles que irão fazer uma seita carnal daquilo que poderia chamar de 'localismo', isto é, a estrita demarcação de igrejas por localidades. Porque tal pode ocorrer facilmente. Se o que estivermos fazendo hoje em vida se tornar amanhã um mero método, tal que seu próprio caráter alguns dos Seus forem excluídos, possa o Senhor ter misericórdia de nós e quebrar tudo!" (A Vida Normal da Igreja Cristã, capítulo 4. Grifo nosso)

11 de mai de 2012

Meu Reino não é deste mundo - Parte 2

Meu reino não é deste mundo - parte 2
 “Já não falarei muito convosco, porque aí vem o príncipe do mundo; e ele nada tem em mim;” - João 14:30 


Como vimos anteriormente, o se alimentar da fonte que Deus havia alertado a Adão que não deveria comer trouxe-lhe a morte, sim, mas além da morte houve também uma mudança em sua percepção e em sua maneira de ser, isto é, em sua natureza. Algo foi alterado e ele já não era mais segundo sua origem.
Sua atitude mudou e a forma que ele falava, também. Seus pensamentos, seus sentimentos e até mesmo sua maneira de julgar as coisas mudou. Isso é claramente registrado no capítulo 2 de Gênesis, pois podemos observar como era a natureza de Adão antes do homem alimentar-se da árvore que segundo Deus, não devia, e no capítulo 3, após ter-se dela se alimentado.
Isso mostra que segundo a fonte que buscamos, assim será o resultado que encontramos. E o pior é que às vezes, podemos manter o nome de quem está vivo, mas, podemos estar mortos e não percebermos. – “Ao anjo da igreja em Sardes escreve: Estas coisas diz aquele que tem os sete Espíritos de Deus e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives e estás morto. ” - Apocalipse 3:1 – Sardes é chamada de igreja, mas sua condição é contrária ao que se denomina.
O mesmo Adão que antes dissera: “E disse o homem: Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne; chamar-se-á varoa, porquanto do varão foi tomada.” – Gn. 2:23 – Agora se refere assim sobre Eva: “Então, disse o homem: A mulher que me deste por esposa, ela me deu da árvore, e eu comi.” – Gn. 3:12 – O mesmo Adão que antes fora criado para ter domínio sobre tudo, agora o medo se apossara de seu ser e do Senhor, escondeu-se.
O texto a seguir mostra a trágica mudança e o passo a passo da degradação do homem criado por Deus a partir do momento em que usou de outra fonte para alcançar objetivo de se tornar como Deus.
“Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu. Abriram-se, então, os olhos de ambos; e, percebendo que estavam nus, coseram folhas de figueira e fizeram cintas para si. Quando ouviram a voz do SENHOR Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do SENHOR Deus, o homem e sua mulher, por entre as árvores do jardim. E chamou o SENHOR Deus ao homem e lhe perguntou: Onde estás? Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi. Perguntou-lhe Deus: Quem te fez saber que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses? Então, disse o homem: A mulher que me deste por esposa, ela me deu da árvore, e eu comi.”
Infelizmente, essa tragédia se repete dia após dia na Igreja...
Primeiro devemos perceber que o próprio Senhor deseja que o homem seja como Ele é em sua vida e em sua natureza, por isso o criou segundo Sua imagem e conforme Sua semelhança – Gn 1:26 - Contudo, a maneira que isso deve ocorrer é por meio do que o próprio Senhor nos ensina, desde o livro de Gênesis.
De acordo com o Evangelho de João, vemos no capítulo 1, no versículo 12, que Deus está recriando o homem a partir de uma fonte bem definida: O Senhor Jesus. - “João 1:12  Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome...” – e ainda completa no versículo seguinte: “os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.”
Observe que há pontos interessantes a serem levados em conta. O primeiro é que em sua criação a partir do Novo Testamento, de novo o Senhor está dando ao homem o poder de se tornar “filho de Deus” quando diz: “... deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus”- Mas é evidente, que esse novo nascimento, esse tornar-se um filho de Deus, não tem como fonte, isto é, origem nem na vontade da carne, nem na vontade do homem, antes sua origem é segundo Deus.
Quando hoje, na igreja do Senhor, aqueles que foram chamados e receberam revelação do Senhor e da Igreja, usam de artifícios para a consumação da obra do Senhor, se envolvendo com outras coisas que tem como fonte algo misturado as obras (árvore do conhecimento do bem e do mal) que estão no mesmo ambiente (no jardim), mas são abomináveis aos olhos de Deus, tais irmãos são desqualificados pelo próprio Senhor.
Pedro é um bom exemplo para entendermos o que acontece. Ele primeiro ganhou a visão, não segundo a carne, mas do Pai a cerca do Filho. Aí, o Filho lhe revelou a Igreja e entregou-lhe as chaves do reino, isto é, deu-lhe autoridade, o poder para além de se tornar ele mesmo filho de Deus, gerar (multiplicai-vos... Gn 1:28) outros que também obtivessem o poder de serem feitos Filhos de Deus.
Mas como podemos ver no texto bíblico, algo aconteceu e Pedro, segundo o próprio Senhor, não estava mais seguindo segundo as revelações do Senhor, e sim segundo Satanás, ou seja, conforme a maneira dos homens que ainda sujeitos ao príncipe desse mundo, agem com seus comércios, suas boas intenções, suas obras segundo seus próprios pontos de vista e etc.
Atente ao texto registrado em Mateus 16, a partir do versículo 13:
“Indo Jesus para os lados de Cesaréia de Filipe, perguntou a seus discípulos: Quem diz o povo ser o Filho do Homem? E eles responderam: Uns dizem: João Batista; outros: Elias; e outros: Jeremias ou algum dos profetas. Mas vós, continuou ele, quem dizeis que eu sou? Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Então, Jesus lhe afirmou: Bem-aventurado és, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelaram, mas meu Pai, que está nos céus. Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus. Então, advertiu os discípulos de que a ninguém dissessem ser ele o Cristo. Desde esse tempo, começou Jesus Cristo a mostrar a seus discípulos que lhe era necessário seguir para Jerusalém e sofrer muitas coisas dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, ser morto e ressuscitado no terceiro dia. E Pedro, chamando-o à parte, começou a reprová-lo, dizendo: Tem compaixão de ti, Senhor; isso de modo algum te acontecerá. Mas Jesus, voltando-se, disse a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens. Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me. Porquanto, quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por minha causa achá-la-á. Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma? Porque o Filho do Homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos, e, então, retribuirá a cada um conforme as suas obras.”
Que o Senhor seja conosco.

Continuaremos na próxima publicação...

Equipe Antipas







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Facebook