Postagens

Versículo da semana:

VERSÍCULO DA SEMANA:
"E por que me chamais: Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu vos digo?" (Lucas 6:46)


Frase do momento

Frase do momento:

"Não é minha intenção atacar o denominacionalismo do cristianismo como errôneo. Eu somente quero dizer que para que o corpo de Cristo encontre uma efetiva expressão local, a base de comunhão deve ser verdadeira. E esta base é a relação de vida dos membros com o Seu Senhor e a sua desejosa submissão a Ele como o Cabeça. Tampouco estou pleiteando por aqueles que irão fazer uma seita carnal daquilo que poderia chamar de 'localismo', isto é, a estrita demarcação de igrejas por localidades. Porque tal pode ocorrer facilmente. Se o que estivermos fazendo hoje em vida se tornar amanhã um mero método, tal que seu próprio caráter alguns dos Seus forem excluídos, possa o Senhor ter misericórdia de nós e quebrar tudo!" (A Vida Normal da Igreja Cristã, capítulo 4. Grifo nosso)

11 de out de 2011

As seitas mais loucas do mundo



 As Seitas estão em todos os lugares. Algumas são populares e amplamente aceitas. Outras são isolacionistas e procuram se esconder, para evitar um exame de suas ações. Elas estão crescendo e florescendo a cada dia. Algumas seitas causam grande sofrimento aos seus seguidores, enquanto outras até parecem muito úteis e benéficas. Todas, contudo, controlam e manipulam intensamente a vida das pessoas (Será que você está sendo manipulado?)
      No final do século, surgiram novas seitas religiosas e filosóficas responsáveis pelos mais absurdos ensinamentos com relação ao final dos tempos. Essa confusão de idéias é despejada em cabeças incautas, acabando muitas vezes em...
tragédias de grandes proporções.




Você teria de viver em outro planeta (provavelmente com o malvado deus Xenu) para nunca ter ouvido falar em Cientologia, a seita favorita das estrelas de Hollywood. Mas o papo das crenças estranhas vai muito além. Se você acredita em deuses interplanetários, ou que algum hippie fedorento seja a reencarnação de Jesus, bem-vindo! Fomos em busca das mais bizarras seitas do mundo!

Pana Wave
A igreja mais parecida com uma lavanderia de todos os tempos

Todos nós temos fobias – altura, aranhas, Galvão Bueno… mas quando você descobre que um colega japonês tem pavor de “ondas eletromagnéticas”, é hora de rever conceitos. Ele pode ser um membro da Pana Wave, uma seita de 3 mil membros fundada em 1977. Os seguidores são facilmente identificáveis: estão sempre cobertos por lençóis brancos e andando em carros brancos, para se proteger das ondas eletromagnéticas.

Eles vivem por aí tentando (e não conseguindo) salvar focas e levá-las de volta para o oceano, pregando que é preciso salvar o planeta da total destruição e anunciando que o fim do mundo acontecerá em maio de 2003 (sim, que já passou!), como resultado de um revertério nos polos magnéticos da Terra. São caras que não vão bater na sua porta domingo de manhã para vender revistinhas, porque estarão mais ocupados em livrar a terra de uma guerra nas estrelas.

Iglesia MaradonianaExiste cerca de 100 mil pessoas espalhadas por mais de 60 nações de todo o mundo que acreditam que Diego Maradona pode ter as verdadeiras “mãos de Deus”. Você acha que estamos em 2009? Esqueça. De acordo com os seguidores da Iglesia Maradoniana – que baseiam o calendário no nascimento da lenda argentina – nós estamos no ano 47 d.D. Não contentes em re-escrever a história, eles celebram sua versão do Natal em 30 de outubro, aniversário de “Dieguito”, e decoram as árvores com fotografias do cara.

Eles também têm uma novíssima e adaptada versão dos dez mandamentos, que inclui uma ordem divina de batizar algum filho homem de Diego. Só para constar: a religião pode coexistir com outras. “Eu tenho minha religião racional, que é a da igreja católica-romana. Mas tenho a religião do coração, que é do Diego Maradona”, revela o fundador da seita maradoniana, Alejandro Verón. Quem diria que o homem que marcou o gol mais polêmico da história e declarou que o mesmo foi feito com a mano de Dios poderia juntar tantas pessoas para orar?

Clube de Corrida Loucura Divina
Poucos nomes são mais autênticos do que esse. Os ex-membros do Clube de Corrida Loucura Divina, fundado pelo fanático Marc “Yo” Tizer, são os primeiros a confessar que o grupo é um culto completamente pirado. Os seguidores possuem uma visão única sobre como alcançar a salvação por meio “do rompimento das limitações pessoais e aderência àstradições espirituais do oriente”. Resumindo: eles saem correndo.

Não estamos falando de uma volta no parque. Os caras preferem odisseias que podem variar de 80 a 100 quilômetros em um único dia. Essa autoflagelação esportiva teve seu resultado trágico em janeiro de 2004, quando Mark Heinemann foi encontrado morto num quarto de hotel, após correr 410 quilômetros em 48 horas. De acordo com a autópsia, Heinemann desenvolveu uma megapneumonia durante a façanha (mesmo assim, continuou até o final). O controle mental estilo “Forest Gump” que Tizer exerce sobre os “estudantes” é total: ele diz quando eles dormem e acordam, e regula suas vidas sexuais e hábitos culinários.

Culto Canibal de Steven Tari
É fácil ficar entediado nas montanhas, o que provavelmente explica o comportamento extremo de Steven Tari: montanhista, maníaco, canibal e autointitulado “Jesus Negro”. Depois de um breve treinamento em uma escola religiosa em Madang (uma cidade no litoral norte da Nova Guiné), Tari proclamou-se o novo messias e abandonou a civilização para viver nas montanhas. O que era para ser apenas o comportamento excêntrico de um sujeito bizarro saiu do controle quando 6 mil fiéis decidiram segui-lo.

Em pouco tempo, o culto passou a envolver sacrifícios humanos, organizar coleções de concubinas (geralmente jovens virgens), fazer canibalismo ritual e espalhar o terror pelos vilarejos mais próximos. Após acusações de estupro e assassinato, Tari foi capturado em 2007 por uma multidão furiosa e agora está confinado na prisão de Beon, em Madang. A maioria dos seus seguidores que foram capturados diz ter renunciado ao culto, mas não se sabe quantos fiéis escondidos ainda podem existir (isso se um deles não resolver assumir o humilde título de “filho de Deus” uma hora dessas e continuar a obra).

Cultura Racional
A seita ficou famosa quando Tim Maia decidiu segui-la, mas nem ouse chamá-los de religiosos: eles acham que a Cultura não é religião, e sim ciência, como química ou física. Sim, é divertido. Mas a diversão mesmo fica por conta da história do surgimento do “Deus” carioca Manoel Jacintho Coelho: “Nasceu no dia 30 de dezembro de 1903, quando os jornais noticiaram a queda de um meteoro no Rio de Janeiro, mas foi um erro da imprensa”, diz o site oficial.

“Tratou-se, na verdade, de um corpo de massa cósmica que [...] depois de penetrar paredes, entrou no corpo de um bebê”. A bíblia da turma é o livro Universo em Desencanto. Quem não o ler vai supostamente regredir na escala evolucionária: você vai de macaco para cachorro, cobra, jacaré, porco, sapo, burro, boi, carrapato, barata, rato, mosca, urubu, lesma, galinha, minhoca, borboleta, javali, gambá, porco-espinho e por fim onça. Porque onça é pior que lesma, também não sabemos.

Movimento do Príncipe Philip
Se a sua seita terá um líder espiritual, é aconselhável ter certeza de que ele (ou ela) será alguém, digamos, heroico. Uma pessoa benevolente, sensata e com senso de justiça – e não um atrapalhado que não consegue manter a boca fechada na frente de estranhos. Mas, pelo jeito, ninguém avisou isso para a tribo Yaohnanen. Os moradores da Ilha de Tanna (na região sul do Pacífico) encontraram sua maior divindade em ninguém menos do que no rei das gafes, o Príncipe Philip, da Inglaterra.

Tudo começou quando a família real visitou a ilha e os locais puderam o avistar de longe. Ali eles entenderam que Philip “era” a lenda local do filho do espírito da montanha (hein?), que atravessaria os mares, se casaria com uma mulher rica e voltaria para seu povo (é, sejamos justos, eles estavam meio certos). A interação de Philip com os Yaohnanen – que, no começo, se limitava a mandar algumas (na verdade três) fotos autografadas – se aprofundou em 2007, quando ele concedeu uma audiência aos nativos. Não, nenhuma gafe durante o encontro.

Grupo dos Soldados Livres
Há coisas em comum entre todos os grupos de motociclistas: a aura da união, a partilha por crenças bizarras, o gosto por barbas, etc. Mas o grupo dos Soldados Livres está num nível bem mais complexo. eles se dizem “um grupo de homens que amam Jesus e sua longa trajetória na Terra”. Porém, Jesus não é a única coisa que eles amam.

Eles também curtem arrumar brigas, adoram armas e admitem ser uma gangue de luta. Fundada há 25 anos por Phil Aguilar, ex-condenado como molestador de crianças, a religião tem métodos bem violentos para converter ex-criminosos e viciados. Recentemente, Aguilar – que tem a tatuagem de uma aranha na cara – esteve no banco dos réus com outros quatro seguidores da sua seita (um deles está sendo indiciado por assassinato), tentando explicar seus “cultos” esquisitos.

Ministério do THC
Alimentar o povo com pão, alguns peixes e vinho, vá lá. Mas existem movimentos religiosos que requerem um tipo diferente de culinária, que inclui a aparição de olhos vermelhos e o armazenamento de barras de chocolate, pacotes de batatas fritas e muito refrigerante. É o caso do Ministério do THC, uma religião que considera que fumar maconha deve ser uma atividade sagrada. Mas, ao contrário de outras religiões adeptas da maconha, o Ministério do THC é baseado inteiramente na adoração às virtudes da plantinha.

Ou seja, seus sermões incontestavelmente devem ser feitos em casas de estudantes, com um ambiente de festa hippie, gente tocando bongô e mulheres peludas com cabelos estranhos. Criada no Havaí, a seita já tem ramificações em todo mundo. Seu principal objetivo é a legalização da cannabis, sob o argumento de que ela é um direito humano, fornecido por Deus.

Vida Universal
É preciso ter certo grau de confiança para publicar uma autobiografia intitulada “Esta é minha Palavra”. Mas confiança é o que não falta para Gabriele Wittek, fundadora da Vida Universal, cuja interpretação abstrata de crenças religiosas atraiu 40 mil seguidores na Alemanha e mais 100 mil ao redor do mundo. As doutrinas da Vida Universal (reencarnação e vegetarianismo) não são particularmente sinistras, mas basta dar uma olhada na agenda telefônica de Wittek para ter certeza de que ela é uma lunática espumante.

Ela não apenas tem como melhor amigo um alienígena chamado “Mairadi” como já encontrou Jesus (pessoalmente) e recebe visitas frequentes de fantasmas, incluindo o de sua falecida mãe. Mas o pessoal da Vida Universal pode ser tudo, menos preguiçoso. Eles controlam um grupo de fazendas, administram escolas, clínicas e editoras, tudo para espalhar a crença.

Pomba da União
Para a maioria de nós, e-mails que começam com a frase “prezados, Caros Amigos ou Cavaleiros Brancos” vão direto para a pasta ‘lixo’. Infelizmente, existem indivíduos menos brilhantes, que dão toda atenção a esse tipo de conversa. Os melhores exemplos são os 15 mil seguidores atraídos pelo cyber-culto Pomba da União. Comparando com as outras associações de loucos, a Pomba está (relativamente) mais próxima da realidade.

A fundadora Shaini goodwin defende o ato de Reforma e Segurança Econômica Nacional, um projeto para eliminar todos os impostos dos EUA e instaurar a paz mundial. O fato de que o tal ato não existe e nem nunca existiu fora dos sonhos febris da fundadora não a impede de exigir sua consolidação – nem de pedir que seus seguidores entreguem a ela todas suas economias para esse propósito. Os adeptos acreditam em “espíritos canalizados” e “seres interdimensionais”, e acham que “uma raça de répteis ditadores do espaço” está impedindo o sucesso deles. Sim, alguém ali assistiu ficção demais na infância

Pessoas Universais
Da República Checa já saíram muitas coisas boas para o mundo, como os romances de Milan kundera, o jazz de Emil Viklicky e até um time invencível de hóquei. Mas se existe uma coisa da qual eles não se orgulham e querem varrer para debaixo do tapete é a seita das Pessoas Universais. Também conhecida como Pessoas Cósmicas com Poder da Luz, eles seguem à risca as palavras do seu mestre Ivo A. Benda, que afirma ter contato direto com Ashtar Sheran – líder do Comando galáctico de Ashtar, uma frota de alienígenas que está em órbita eterna em torno da Terra (deve ser por isso que a TV a cabo está sempre com problemas).

Papo de louco? Louca mesmo é uma das histórias que os seguidores contam: em 1977, Ashtar tentou se comunicar com a humanidade sabotando a transmissão de TV das cidades de Hampshire e Berkshire, nos EUA, o que deve ter deixado puto da vida quem estava sentado no sofá assistindo ao último capítulo da novela. Uma das profecias diabólicas da seita diz que alguém vai implantar chips de identidade na população do mundo, para controlar a tudo e a todos. O que as Pessoas Universais estarão fazendo quando isso acontecer? Sendo transportadas para outra dimensão por Ashtar, claro. Adeus, estranhos!

Alem destas ainda precisamos lembar que em 1978, o então missionário norte-americano Jim Jones, foi responsável pela morte de 900 seguidores, na Guiana Francesa, todos envenenados após ter anunciado a eles o fim do mundo.
    Em 1993, o líder religioso David Koresh, que se intitulava a reencarnação do Senhor Jesus, promoveu um verdadeiro inferno no rancho de madeira, onde ficava a seita Ramo Davidiano. Seduzindo os seguidores com a filosofia de que deveria morrer para depois ressuscitar das cinzas, derramou combustível no rancho e ateou fogo, matando 80 pessoas, incluindo 18 crianças.
      Em 1997, outra seita denominada Heaven’s Gate (Portão do Céu), que misturava ocultismo com fanatismo religioso, levou 40 seguidores ao suicídio. Na ocasião, essas pessoas acreditavam que seriam conduzidas para outra dimensão em uma nave que surgiria na cauda do cometa Halley Bop.
      No Brasil também existem muitas seitas e denominações que se apoiam em profecias do Apocalipse. Uma das mais conhecidas, é a LBV que apregoa uma mensagem apocalíptica “afirmando “grandes desastres que vamos presenciar”, e que Jesus voltará “na glória do Terceiro Dia que é o Terceiro Milênio”.
      Em Brasília, encontra-se o Vale do Amanhecer, que conta com aproximadamente 36.000 adeptos. No Paraná, um homem de nome Iuri Thais, se auto-intitula como o próprio Senhor Jesus reencarnado. Fundador da seita Suprema Ordem Universal da Santíssima Trindade, ele parece ter decorado a Bíblia de capa a capa e, com isso, tem enganado a muitos.
      Muitas das seitas são conhecidas dos cristãos brasileiros, a saber: Mormonismo, Testemunhas de Jeová, etc. Mas muitas novas seitas pseudo-cristãs estão chegando ao Brasil e são pouco conhecidas: Igreja Internacional de Cristo/Boston (Igreja de Cristo, no Brasil), Ciência CristãEscola Unida do CristianismoMeninos de Deus (A Família),  etc.
      Quase todas essas seitas refutam a Trindade (com a conseqüente diminuição do Senhor Jesus), a ressurreição, a salvação pela Graça e contrariam outros princípios bíblicos.

ASPECTOS COMUNS

      Existem muitos aspectos comuns entre as seitas que têm se disseminado pelo mundo. É importante que nós saibamos reconhecer suas características, a fim de que não sejamos enganados ou até mesmo desviados da verdadeira fé cristã.
      1. As seitas subestimam o valor do Senhor Jesus ou colocam-no numa posição secundária, tirando-lhe a divindade e os atributos divinos como conseqüência.
      2.  Crêem apenas em determinadas partes da Bíblia e admitem como “inspirados” escritos de seus fundadores ou de pessoas que repartem com eles boa parte daquilo que crêem;
      3.  Dizem ser os únicos certos;
      4.  Usam de falsa interpretação das escrituras;
      5.  Ensinam o homem a desenvolver sua própria salvação, muitas vezes, sob um conceito totalmente naturalista;
      6.  Costumam buscar suas presas em outras religiões, conseguindo desencaminhar para o seu meio, inclusive, muitos bons cristãos.

CONHECENDO MAIS

1. O que é uma seita?
      A. Geralmente é um grupo não-ortodoxo, esotérico (do grego esoterikós, que significa conhecimento secreto, ao alcance de poucos). Podem ter uma devoção a uma pessoa, objeto, ou a um conjunto de idéias novas. As seitas são:
      1.  Freqüentemente isolacionistas – para facilitar o controle dos membros fisicamente, intelectualmente, financeiramente e emocionalmente.
      2.  Freqüentemente apocalípticas - dão aos membros um enfoque no futuro e um propósito filosófico para evitar o apocalipse.
      3.  Fornece uma nova filosofia e novos ensinos – revelados pelo seu líder.
      4.  Doutrinação - para evangelismo e reforço das convicções de culto e seus padrões.
      5.  Privação – quebrando a rotina do sono normal e privação de comida, combinados com a doutrinação repetida (condicionamento), para converter o candidato a membro.
      B. Muitas seitas contém sistemas de convicção “não-verificáveis”.
      6.  Por exemplo, algumas ensinam algo que não pode ser verificado.
      a.  Uma nave espacial que vem atrás de um cometa, para resgatar os membros.
      b.  Ou, Deus, um extraterrestre ou anjo apareceram ao líder e lhe deram uma revelação
      c.  Os membros são anjos vindos de outro mundo, etc.
      7.  Freqüentemente, a filosofia da seita só faz sentido se você adotar o conjunto de valores e definições que ela ensina.
      a.  Com este tipo de convicção, a verdade fica inverificável, interiorizada, e facilmente manipulada pelos sistemas filosóficos de seu(s) inventor(es).
      C. O Líder de uma Seita:
      8.  É freqüentemente carismático e considerado muito especial por razões variadas:
      a.  O líder recebeu revelação especial de Deus.
      b.  O líder reivindica ser a encarnação de uma deidade, anjo, ou mensageiro especial.
      c.  O líder reivindica ser designado por Deus para uma missão
      d.  O líder reivindica ter habilidades especiais
      9.  O líder está quase sempre acima de repreensão e não pode ser negado nem contradito.
      D. Como se comportam as Seitas?
      10.  Normalmente buscam fazer boas obras, caso contrário ninguém procuraria entrar para elas.
      11.  Parecem boas moralmente e possuem um padrão de ensino ético.
      12.  Muitas vezes, quando usam a Bíblia em seus ensinos, utilizam também “escrituras” ou livros complementares.
      a.  A Bíblia, quando usada, é sempre distorcida, com interpretações próprias, que vão ao encontro da filosofia da seita.
      13.  Muitas seitas “recrutam” o Senhor Jesus como sendo um deles, redefinindo-o adequadamente.
      E. Algumas seitas podem variar grandemente...
      14.  Do estético ao promíscuo.
      15.  Do conhecimento esotérico aos ensinamentos muito simples.
      16.  Da riqueza e poder à pobreza e fraqueza.

CONHECENDO AS SEITAS
2. Quem é vulnerável a entrar para uma seita?
      A. Todas as pessoas são vulneráveis.
      1.  Rico, pobre, educado, não-educado, velho, jovem, religioso, ateu, etc.
      B. Perfil geral do membro em potencial de uma seita (alguns ou todos os itens seguintes)
      2.  Desiludido com estabelecimentos religiosos convencionais.
      3.  Intelectualmente confuso em relação a assuntos religiosos e filosóficos
      4.  Às vezes desiludido com toda a sociedade
      5.  Tem uma necessidade por encorajamento e apoio
      6.  Emocionalmente carente
      7.  Necessidade de uma sensação de propósito, um objetivo na vida.
      8.  Financeiramente necessitado

3. Técnicas de recrutamento
      A. As seitas encontram uma necessidade e a preenchem. Uma das táticas mais usadas é o:
      1.  "Bombardeio de Amor”  (Love Bombing) – que é a demonstração constante de afeto, através de palavras e ações.
      a.  Às vezes há muito contato físico como abraços, tapinhas nas costas, toques e apertos de mão.
      b.  Emprestam apoio emocional a alguém em necessidade.
      c.  Ajuda de vários modos, onde for preciso.
            Desta maneira, a pessoa fica em débito então com a seita e procura de algum modo retribuir.
      d.  Elogios que fazem a pessoa pensar que é o centro das atenções.
      B. Muitas seitas usam a influência da Bíblia ou mencionam Jesus como sendo um deles; dando validade assim ao seu sistema.
      2.  Escrituras distorcidas
      a.  Usam versículos fora do contexto bíblico.
      b.  Então misturam os versículos mal interpretados com a filosofia aberrante delas.
      C. Envolvimento gradual
      3.  Alterando lentamente o processo de pensamento e o sistema de convicção da pessoa, através da repetição dos seus ensinos (condicionamento).
      a.  As pessoas normalmente aceitam as doutrinas de uma seita um ponto de cada vez.
      b.  Convicções novas são reforçadas por outros membros da seita.

4. Por que alguém seguiria uma Seita?
      A. A seita satisfaz várias necessidades:
      1.  Psicológica - Alguém pode ter uma personalidade fraca, facilmente manipulável.
      2.  Emocional – A pessoa pode ter sofrido um trauma emocional recente ou no passado
      3.  Intelectual – O membro tem perguntas que o grupo responde.
      B. A seita dá a seus membros a aprovação, aceitação, propósito e uma sensação de pertencer a algum grupo.
      C. A seita pode ser atraente por algumas razões. Podem ser. . .
      4.  Rigidez moral e demonstração de pureza
      5.  Segurança financeira
      6.  Promessas de exaltação, redenção, “consciência mais elevada” ou um conjunto de outras recompensas.

5. Como as pessoas são mantidas na seita?
      A. Dependência:
      1.  As pessoas querem freqüentemente ficar porque a seita vai ao encontro das suas necessidades psicológicas, intelectuais e espirituais.
      B. Isolamento:
      2.  O contato com pessoas de fora do grupo é reduzido e cada vez mais a vida do membro é construída ao redor da seita.
      3.  Fica muito mais fácil então controlar e moldar o membro.
      C. Reconstrução cognitiva (Lavagem cerebral):
      4.  Uma vez que a pessoa é doutrinada, seus processos de pensamento são reconstruídos para serem consistentes com a seita e ser submissa a seus líderes.
      5.  Isto facilita o controle pelo(s) líder(es) da seita.
      D. Substituição:
      6.  A Seita e os líderes ocupam freqüentemente o lugar de pai, mãe, pastor,  professor, etc.
      7.  Freqüentemente o membro assume as características de uma criança dependente, que busca ganhar a aprovação do líder ou do grupo.
      E. Obrigação
      8.  O membro fica endividado emocionalmente com o grupo, às vezes financeiramente, etc.
      F. Culpabilidade 
      9.  É dito para a pessoa que sair da seita é trair o líder, Deus, o grupo, etc.
      10.  É dito também que deixar o grupo é rejeitar o amor e a ajuda que o grupo deu.
      G. Ameaça:
      11.  Ameaça de destruição por “Deus” por desviar-se da verdade.
      12.  Às vezes ameaça física é usada, entretanto não freqüentemente.
      13.  Ameaça de perder o apocalipse, ou ser condenado no dia do julgamento, etc.

6. Como podemos tirar alguém de uma seita?
      A. A melhor coisa é não tentar um confronto direto no primeiro encontro, o que pode assustar o adepto e afastá-lo de você 
      B. Se você é um Cristão, então interceda pela pessoa primeiro.
      C. Mas, para tirar uma pessoa de uma seita é necessário…
      1.  Tempo, energia, e apoio.
      D. Ensine a verdade.
      2.  Dê-lhe a verdadeira substituição para o sistema de convicção aberrante que ele aprendeu, ou seja, ofereça o evangelho da graça de Jesus Cristo.
      3.  Mostre as inconsistências da filosofia do grupo, à luz da Bíblia
      4.  Estude a seita e aprenda sua história, buscando pistas e informações
      E. Tente afastá-lo fisicamente da seita por algum tempo
      F. Dê o apoio emocional de que ele precisa.
      G. Alivie a ameaça de que se ele deixar o grupo, estará condenado ou em perigo.
      H. Geralmente, não ataque o líder do grupo ...deixe isso para depois.
      5.  Freqüentemente o membro da seita tem lealdade e respeito para com o fundador ou líder.
      I. Confronte outros membros da seita somente quando for inevitável

      Este esboço básico lhe dará informações de como as seitas trabalham e como evitá-las. Se você tem alguém conhecido que está perdido numa seita, é necessário orar e pedir ao Senhor que tire essa pessoa de lá e lhe dê a perspicácia e as ferramentas que o ajudarão nesse trabalho. Pode ser uma tarefa longa e árdua, porque, definitivamente, este não é um ministério fácil. Mas vale a pena. (Judas 23)




Fontes:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Facebook